Home / Evolua / Musculação na adolescência – Mitos, benefícios e riscos que precisam ser levados em conta

Musculação na adolescência – Mitos, benefícios e riscos que precisam ser levados em conta

A adolescência é uma fase um tanto quanto conturbada de nossas vidas, já que eu meio dos vários pensamentos, existe uma pressão de se encaixar na sociedade e ter uma estética boa e um corpo em forma, fazendo com que a musculação na adolescência esteja cada vez mais em alta.

É partir desse momento que diversos jovens procurar matricular-se em academia para conseguir tonificar o corpo e ajudar no crescimento saudável, mas mesmo hoje em dia, esse assunto ainda é pouco discutido e gera muitas controvérsias.

Essa prática crescente da musculação na adolescência está gerando muitas dúvidas nos pais, que não sabem ao certo o quão benéfico e maléfico isso pode saber, e acreditam em mitos que ouvem por aí.

Por isso, selecionamos alguns benefícios, riscos e mitos que o assunto gera, e esclarecemos tudo para que você possa tomar essa decisão muito mais consciente e preparado.

Quais são os mitos por trás da musculação na adolescência

  • Os adolescentes não podem malhar

Isso é um mito que médicos hebiatras (especialista nessa faixa etária) explicam, já que a prática é benéfica para acabar com o sedentarismo, consegue fortalecer toda a densidade óssea e pode melhorar a autoestima.

O que não pode acontecer é desse público treinar como adultos, já que eles não têm a musculatura plenamente desenvolvida e não pode realizar a mesma intensidade de exercício.

  • A musculação na adolescência atrapalha o crescimento

Isso também é um mito, já que desde que a prática não cause lesões nas regiões de expansão dos ossos, a musculação não irá interferir em nada no crescimento. Os exercícios precisam ser sempre feitos de forma orientada e racional.

Conheça alguns benefícios da musculação na adolescência

Pensando no lado positivo da coisa, separamos alguns dos benefícios que a prática pode trazer para esse público:

  • Aumenta a força: Pesquisas afirmam que a musculação na adolescência consegue aumentar a força dos jovens entre 30 a 50% em seu crescimento;
  • Crescimento ósseo: A densidade óssea que corresponde ao cálcio presente nos ossos aumenta e fica mais rígida conforme a pratica é levada a sério;
  • Diminuição da gordura corporal: Auxilia em níveis saudáveis do corpo e ajuda no emagrecimento funcional;
  • Músculos e articulações mais fortes;
  • Prevenção da pressão arterial alta;
  • Redução da pressão em adolescentes com hipertensão;
  • Menor risco de obesidade durante períodos da vida;
  • Auxilia no controle do peso.

Riscos associados com a prática da musculação na adolescência

Mesmo com esses mitos e benefícios expostos, é preciso saber que existem alguns riscos que a atividade física pode causar, sendo eles:

  • Lesões

Uma das maiores preocupações dos pais em questão a musculação na adolescência, é que o risco de lesões está presente. É claro que esse método não irá machucar seu filho, mas se feita de maneira errada e com técnicas ou equipamento ruins, a carga de peso pode ser grande demais.

Em caso contrário disso as chances de uma lesão são as mesmas que em outra atividade física, por isso é necessário achar um profissional de qualidade.

  • Uso de substância que sejam ilegais

Não é somente com os adultos que esse risco acontece, e por serem mais facilmente influenciados, os adolescentes podem querer fazer uso de anabolizantes para alcançar resultados rápidos.

É preciso ficar de olho e conversar com seu filho para que a prática seja feita de maneira saudável e funcional, e que isso não se torne uma obsessão em sua vida.

Agora que você já sabe tudo sobre a musculação na adolescência, acesse o site https://www.pratiquefitness.com.br/modalidades/ e conheça mais sobre essa prática, associando a qualidade de vida do seu filho a uma academia de renome.

Sobre Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *